OUTUBRO ROSA EM FAVOR DOS NOSSOS ANIMAIZINHOS DE ESTIMAÇÃO

OUTUBRO ROSA EM FAVOR DOS NOSSOS ANIMAIZINHOS DE ESTIMAÇÃO

Quem tem um animalzinho de estimação em casa sabe o quanto eles amam um carinho e um afago dos seus tutores, especialmente os cães e gatos. Diversos estudos apontam os benefícios desta relação e as inúmeras vantagens desta convivência entre animais e seres humanos. O contato diário com um animalzinho de companhia, além de trazer grande alegria, pode ser benéfico ao nosso sistema imune e até mesmo ajudar de forma terapêutica nos tratamentos de depressão e ansiedade. Além de inúmeros benefícios para o homem, fazer carinho em seu cão ou gatinho pode representaruma grande oportunidade de ajudar a cuidar da saúde do seu amigo de quatro patas.

Nos anos 90 surgiu nos Estados Unidos acampanha denominada Outubro Rosa, que incentivavaas mulheres americanas a palparem suas mamas a procura de nodulações, numa tentativa de alertá-lassobre a importância do diagnóstico precoce e da prevenção do câncer de mama. Com o tempo, a campanha ganhou grande repercussão e atualmente foi estendida aos nossos animais, na certeza que o diagnóstico precoce é uma das maiores ferramentas no combate ao câncer e aumento da expectativa de vida de seus portadores.

Antes mesmo de me especializar em oncologia veterinária, já orientava os tutores dos meus pacientes em minha rotina clínica a palparem seus animais frequentemente a procura de nódulos e tumores, especialmente nas fêmeas. Em se tratando de tumores de mama, sabemos que estas são as neoplasias mais freqüentes nas mulheres e o mesmo índice pode ser estendido às cadelas e gatas, sendo que nestas, a maioria destes tumores, infelizmente, são potencialmente malignos e altamente metastáticos, podendo migrar para outros órgãos.

Além do câncer de mama, as fêmeas também são as mais predispostas às neoplasias de aparelho reprodutivo, como ovários e útero. os machos, ainda que tenham menor risco, também podem apresentar este tipo de doença, principalmente o câncer depróstata e testículo. Com relação às gatas, lamentavelmente, elas são ainda mais afetadas quando seus tutores insistem em fazer uso de doses hormonais para evitar o cio. Embora ainda contraditórios, diversos estudos mostram que os usos prolongados de injeções contraceptivas podem funcionar como agentes carcinogênicos, induzindo o aparecimento de tumores.O fato é que, além da palpação e atenção antecipada a qualquer alteração em seu animalzinho, a esterilização cirúrgica (castração) antes da maturidade sexual dos animais promove uma diminuição significativa nos índices de câncer neste tipo de população.

Em todos os aspectos, a prevenção é sempre o melhor caminho para evitarmos as complicações relacionadas ao aparecimento da enfermidade. Por isso, se você tem um amiguinho em casa, aproveite aquele momento de carinho para procurar nodulações sob o pêlo ou pele. Procure também palpar as mamas com freqüência, especialmente nas fêmeas. Percebendo qualquer diferença, marque imediatamente uma consulta com um médico veterinário especializado. Atualmente existem diversos recursos para o diagnóstico precoce do câncer em animais. Os pequenos tumores podem ser avaliados laboratorialmente através da citologia de materialcoletado de forma simples na rotina do consultório. Também podem ser realizadas biópsias e análises histológicas e imunohistoquímicas que determinam o tipo de tumoração e ajudam a direcionar a conduta a ser seguida após o diagnóstico.  

Assim como na medicina humana, os oncologistas veterinários estão aptos a oferecer o melhor estadiamento da doença e opções de tratamento para os animais de companhia, que vão desde a remoçãocirúrgica, até o uso de terapias como a quimioterapia, radioterapia, eletroquimioterapia, entre outrostratamentos que podem melhorar a qualidade de vida e prolongar os anos de felicidade entre você e seu cão ou gatinho. Por isso, fique atento: qualquer nódulo deve ser examinado clínica e laboratorialmente e não deve ser negligenciado. Um tutor atento e bem informado também é peça fundamental na luta contra o câncer.

Dra. Érica B. S. Tavares Cruz

Médica Veterinária – CRMV-MG 16.897

Especialização em Oncologia Veterinária – Inst. Qualittas RJ

Contato: (32) 98423-7191 – ericabstavares@gmail.com

Instagram: @ericatavarescruz


WhatsApp chat